Caixa do Autor


Discuta o seu projeto

Sobre Nós

Somos o parceiro Microsoft Gold com presença nos Estados Unidos e na Índia. Somos um provedor de serviços de TI dinâmico e profissional que atende empresas e startups, ajudando-as a enfrentar os desafios da economia global. Oferecemos serviços na área de Consultoria e implementação de CRM, Desenvolvimento de aplicações, Desenvolvimento de aplicações mobile, Desenvolvimento Web e Desenvolvimento Offshore.

Construindo um site de comércio eletrônico

Construindo um site de comércio eletrônico em 2023: um guia passo a passo

By Pooja Sharma / 20 de janeiro de 2023

20 de janeiro de 2023
Construindo um site de comércio eletrônico em 2023: um guia passo a passo

Construindo um site de comércio eletrônico é uma necessidade para a sobrevivência do negócio. Para persuadir, aprimorar e alcançar os clientes - uma plataforma de comércio eletrônico é extremamente útil. É a melhor maneira de aumentar as vendas com usuários existentes. Por meio de uma pesquisa aprofundada, montamos um guia passo a passo sobre a formação de construção de um site de comércio eletrônico.  

Visão geral

As vendas de comércio eletrônico devem continuar crescendo nos próximos anos. De acordo com o eMarketer, as vendas globais de comércio eletrônico devem atingir US$ 4.9 trilhões em 2022 e US$ 6.5 trilhões em 2024.

O comércio eletrônico tem um grande impacto nos varejistas físicos, pois mais pessoas optam por comprar online em vez de lojas físicas. Muitos varejistas responderam desenvolvendo suas próprias lojas online ou fazendo parcerias com plataformas de comércio eletrônico como Amazon ou Squarespace. 

Ao longo dos anos, o espaço da web distribuiu oportunidades de negócios não apenas para o mercado off-line existente, mas também para novos empreendimentos somente on-line. Empresas que funcionam exclusivamente através de plataformas únicas ou através plataformas de comércio eletrônico. Essas empresas contêm produtos que não estão disponíveis nas lojas e atraem usuários para visitar as lojas online.  

Além disso, leia: Preços do Salesforce eCommerce: saiba o que esperar

O futuro do comércio eletrônico

Em 2021, plataformas de mídia social como Facebook, Instagram e Pinterest representaram mais de um terço de todo o tráfego de comércio eletrônico em todo o mundo. 

No era digitalizada, a tecnologia continuará avançando para crescer no setor de comércio eletrônico. Através de várias maneiras, as empresas tentarão capturar a necessidade das massas.

Ao longo do período, as pessoas estão transformando seus estilos de vida de acordo com o conforto oferecido pelos serviços e soluções online.

Os consumidores, assim como os sites de comércio eletrônico, continuarão crescendo. Com a inflexibilidade da inteligência artificial e do aprendizado de máquina, a base de consumidores continuará aumentando. O motivo é uma melhor experiência do cliente'.  

Existem muitos fatores que pesarão sua escala do lado da plataforma de comércio eletrônico. Preço do produto ou serviço, experiência geral do cliente, conforto da disponibilidade online e muito mais. Com o tempo, com novas e melhores atualizações, todo o processo se tornará muito mais atraente para os usuários. 

De acordo com uma pesquisa da Epsilon, 85% dos consumidores estão mais propensos a comprar de uma empresa se ela oferecer experiências personalizadas. 

Haveria uma grande expansão do mercado de comércio eletrônico nos próximos anos. Durante a pandemia, as plataformas de mídia social receberam um tráfego tremendo e levaram empreendimentos de empreendedores a atrair novos clientes. Tanto o público nacional quanto o internacional podem ser facilmente direcionados por meio dessas plataformas.  

Você está procurando levar seu negócio de comércio eletrônico para o próximo nível?

Fique à frente do jogo do comércio eletrônico: serviços de desenvolvimento profissional para aumentar suas vendas on-line

Quão eficaz pode ser a construção de comércio eletrônico para os negócios?  

Uma empresa pode atingir um público maior desenvolvendo um site de comércio eletrônico porque os clientes podem fazer compras lá de qualquer local com conexão à internet. Ele oferece conveniência para os clientes da empresa também.

A empresa possui recursos de gerenciamento remoto de pedidos e processamento de pagamentos. Sites de comércio eletrônico podem aumentar as vendas, pois oferecem aos clientes outra maneira de fazer compras. Como não exige tanto investimento quanto criar uma loja física, é considerada uma opção econômica para uma empresa atrair novos clientes. 

Uma pesquisa da Adobe descobriu que 52% dos consumidores disseram que estariam mais propensos a comprar de uma empresa que tem um forte compromisso com a sustentabilidade.  

Em comparação com as lojas convencionais, os sites de comércio eletrônico são significativamente mais baratos para manter e atualizar. Pela facilidade e rapidez com que as atualizações podem ser feitas sem alterar a vitrine física. 

Por permitir que uma empresa exiba seus produtos e serviços para um público maior, o mercado on-line ajuda a aumentar o conhecimento da marca.

A popularidade de plataformas de e-commerce aumentou muito. Dado que cada vez mais clientes estão fazendo suas compras online, um site de comércio eletrônico pode ajudar uma empresa a se manter competitiva no mercado atual.

Ao fornecer aos clientes acesso a informações e recursos, como descrições de produtos e análises de clientes, além de simplificar o rastreamento de pedidos e devoluções, as empresas podem aprimorar a experiência geral do cliente. 

Além disso, leia: Principais erros de desenvolvimento de aplicativos da web a serem evitados em 2022

Fatores importantes a serem considerados ao criar um site de comércio eletrônico 

Fatores a considerar ao construir um site de comércio eletrônico

mobile Commerce

M-commerce, ou mobile commerce, é o termo utilizado para descrever a compra e venda de produtos e serviços por meio de dispositivos móveis como smartphones e tablets. Uma vez que mais e mais pessoas estão comprando online usando seus dispositivos móveis, o m-commerce tem crescido em importância. 

Espera-se que o comércio móvel continue a desempenhar um papel significativo na indústria de comércio eletrônico. Em 2021, os dispositivos móveis representaram mais da metade de todo o tráfego de comércio eletrônico em todo o mundo. 

As pessoas estão cada vez mais gastando a maior parte do tempo em telefones celulares. Entrar em contato com seu dispositivo móvel é mais viável. Os consumidores estão preferindo comprar diretamente de telefones celulares e optar pelo comércio eletrônico em intervalos regulares.

Para atender a demanda ou necessidade de qualquer consumidor, uma das maneiras mais rápidas é entrar em contato com m-commerce. Durante o período, os aplicativos de compras móveis estão sendo amplamente consumidos pelo público. Esses sites não apenas ajudam os clientes a obter facilmente o que desejam, mas, do ponto de vista comercial, aumentam as vendas.  

A site de comércio eletrônico compatível com dispositivos móveis pode permitir que uma empresa aumente sua visibilidade no mecanismo de pesquisa porque o Google e outros mecanismos de pesquisa dão preferência a sites compatíveis com dispositivos móveis em suas classificações de pesquisa.

As empresas também podem obter informações vitais do cliente de um site de comércio eletrônico compatível com dispositivos móveis, como estatísticas e informações de cobrança, que podem ser utilizadas para direcionar campanhas de marketing e aprimorar a experiência geral do usuário. 

Além disso, leia: Magento PWA Studio - Desenvolvendo PWAs para sua loja de comércio eletrônico Magento

Selecionando uma plataforma de e-commerce  

a) Plataforma de código aberto 

Uma plataforma de comércio eletrônico de código aberto oferece aos clientes acesso ao seu código-fonte, permitindo que eles personalizem a plataforma de acordo com suas necessidades e controlem a aparência de sua loja online.

Por exemplo, Plataformas de comércio eletrônico de código aberto incluem Magento, WooCommerce e OpenCart. 

O fato de os sistemas de código aberto normalmente custarem menos para usar do que as plataformas proprietárias, já que as empresas não precisam pagar custos de licenciamento, é uma de suas principais vantagens. Além disso, essas plataformas frequentemente têm uma comunidade de usuários e desenvolvedores considerável e vibrante, que pode oferecer assistência e recursos úteis. 

É importante observar que é necessário conhecimento técnico em nível avançado para configurar uma plataforma de código aberto. Dessa forma, fica totalmente dependente das empresas para hospedar e gerenciar o software completo por conta própria.  

b) Plataformas SaaS 

Um método de distribuição de aplicativos pela Internet como um serviço é conhecido como software como serviço (ou SaaS). Você pode evitar a manutenção complicada de software e hardware apenas acessando o software pela Internet, em vez de instalá-lo e mantê-lo. 

Aplicativos SaaS também são chamados de software hospedado, software baseado na web e software sob demanda. Qualquer que seja o nome, os aplicativos SaaS são executados nos servidores de um provedor SaaS. Segurança, disponibilidade e desempenho de acesso ao aplicativo são todos gerenciados pelo fornecedor. 

As plataformas SaaS são frequentemente utilizadas no comércio eletrônico porque fornecem uma maneira prática e acessível para as empresas configurarem e administrarem suas lojas online.

Shopify, BigCommerce, e Volusion são algumas instâncias de plataformas de comércio eletrônico SaaS. Os sistemas SaaS não exigem que as organizações instalem ou mantenham nenhum software, tornando-os extremamente simples de configurar e operar.

Eles frequentemente fornecem uma variedade de recursos e ferramentas, incluindo ferramentas de marketing e análise, para ajudar as empresas a gerenciar e expandir suas vitrines online. 

Embora seja importante observar que uma plataforma SaaS é comparativamente mais cara do que plataformas auto-hospedadas ou de código aberto. Sua marca? O motivo é que uma taxa de assinatura é necessária para usar o software.  

c) Comércio sem cabeça  

Um tipo particular de plataforma de e-commerce chamado headless commerce separa a interface do usuário (UI) de front-end das operações de back-end, como controle de estoque e processamento de pedidos.

Em um sistema de comércio sem cabeça, a interface de usuário (UX) front-end pode ser criada com qualquer tecnologia, como um site ou aplicativo móvel, e a plataforma de comércio eletrônico gerencia as operações de back-end. 

Como o headless commerce exige a integração de vários sistemas e tecnologias, pode ser mais difícil de configurar e gerenciar do que as plataformas típicas de comércio eletrônico.

Além disso, o headless commerce não poderia fornecer tantos recursos e funcionalidades imediatamente quanto as plataformas convencionais de comércio eletrônico.  

As empresas podem criar uma experiência de compra perfeita para os clientes. Isso pode projetar o IU de front-end para corresponder à sua marca e atender às necessidades específicas de seus clientes.

O comércio sem cabeça também permite que as empresas integrem facilmente seus plataforma de e-commerce com outros sistemas, como automação de marketing ou Ferramentas de CRM.  

Segurança 

Qualquer site de comércio eletrônico deve manter a segurança para proteger a empresa e seus clientes de perigos online, como hackers e vazamentos de dados.

Um site de comércio eletrônico gerencia dados confidenciais do consumidor, incluindo pagamento e informações pessoais, que devem ser protegidos para evitar fraudes e roubo de identidade.

A falha de segurança ou o vazamento de dados pode afetar seriamente os resultados financeiros de uma empresa, prejudicando sua reputação e causando a perda da confiança do cliente. 

Segurança de comércio eletrônico é um importante conjunto de protocolos que permitem transações seguras de comércio eletrônico e protegem os dados de clientes e empresas contra perigos, como golpes de falsificação, hacking, fraude de cartão de crédito, erros de entrada de dados e serviços de Internet não seguros.  

Os sites de comércio eletrônico devem implementar uma variedade de medidas de segurança, como criptografia Secure Sockets Layer (SSL), firewalls e gateways de pagamento seguros, para preservar a segurança.

Além disso, as empresas devem atualizar seus protocolos de segurança com frequência para ficar a par das ameaças e vulnerabilidades mais recentes.  

Além disso, leia: O que os aplicativos baseados na Web podem fazer? – a abordagem do especialista

Características do site de comércio eletrônico 

Vamos discutir algumas características importantes de um site de comércio eletrônico:  

  1. Listas de produtos: um típico site de comércio eletrônico apresenta uma lista de produtos e serviços que oferece para venda, juntamente com descrições e fotos completas. 
  2. Carrinho de compras: você pode adicionar utilitários ao carrinho e prepará-lo para o pedido. Recursos como manter um histórico e disponibilidade de detalhes de compra são algumas vantagens.  
  3. Processamento de pagamentos: um gateway de pagamento seguro geralmente está presente em um site de comércio eletrônico para aceitar pedidos e gerenciar transações financeiras. 
  4. Gestão de contas de clientes: os clientes podem se registrar em seu site de comércio eletrônico para rastrear pedidos, salvar detalhes de pagamento e envio e acessar recursos adicionais, como listas de desejos e recomendações de produtos. 
  5. Design compatível com dispositivos móveis: com cada vez mais consumidores usando smartphones e tablets para fazer compras on-line, os sites de comércio eletrônico precisam ser compatíveis com dispositivos móveis. 
  6. Pesquisa e navegação: um site de comércio eletrônico deve incluir um recurso de pesquisa e uma navegação clara para ajudar os clientes a encontrar os produtos que procuram. 
  7. Comentários e avaliações de clientes: avaliações e classificações de clientes podem ajudar a criar confiança e credibilidade para um site de comércio eletrônico, pois fornecem informações valiosas sobre a qualidade e o desempenho dos produtos. 
  8. Recomendações de produtos: as recomendações de produtos podem ajudar a aumentar as vendas, sugerindo produtos relacionados ou complementares aos clientes com base em seu histórico de navegação e compra. 
  9. Ferramentas de marketing e promocionais: um site de comércio eletrônico pode incluir ferramentas promocionais e de marketing, como marketing por e-mail e códigos de desconto, para ajudar as empresas a alcançar e reter clientes. 
  10. MVP para um proprietário de site: um painel de administração, também conhecido como back-end ou painel de controle, é uma interface baseada na Web que permite que os administradores do site gerenciem e mantenham o site. Em um site de comércio eletrônico, o painel de administração normalmente é usado para gerenciar as seguintes tarefas: 
  11. Adicionar e atualizar produtos: o painel de administração permite que os administradores do site adicionem e atualizem produtos, incluindo descrições, imagens e preços. 
  12. Processando pedidos: é um local central para visualizar e gerenciar pedidos, incluindo rastreamento de pedidos, processamento de pagamentos e atualização de informações de envio. 
  13. Gerenciando contas de clientes: o painel de administração pode incluir recursos para gerenciar contas de clientes, como a capacidade de visualizar e atualizar detalhes do cliente, rastrear a atividade do cliente e gerenciar pedidos de clientes. 
  14. Gerenciando o conteúdo do site: isso inclui permitir que os administradores do site adicionem e atualizem o conteúdo do site, como páginas, postagens de blog e imagens. 
  15. Analisando o desempenho do site: ferramentas analíticas para ajudar os administradores do site a rastrear e analisar o tráfego e o desempenho do site, como exibições de página, taxas de conversão e receita. 

Além disso, leia: A lista de verificação definitiva para manutenção de sites para empresas

Guia passo a passo para criar um site de comércio eletrônico  

Construindo um site de comércio eletrônico

Passo 1: Pesquisa de Mercado  

O processo de adquirir e examinar informações sobre o tamanho, a demografia e as necessidades de um mercado-alvo é conhecido como pesquisa de mercado. Para empresas que criam um site de comércio eletrônico, a pesquisa de mercado é crucial, pois pode oferecer informações perspicazes que podem orientar o design do site e as iniciativas de marketing. 

Inclui detalhes como idade, sexo e região para ajudar as empresas a identificar seu mercado-alvo. As necessidades do público-alvo podem ser atendidas com mais eficácia pelo design do site e pelas iniciativas de marketing quando essas informações são levadas em consideração.

As demandas e preferências dos consumidores, como os tipos de bens ou serviços nos quais estão interessados, sua sensibilidade a preços e seus canais de compra preferidos, podem ser melhor compreendidas por meio de pesquisas de mercado.  

As empresas também podem usar essas informações para reconhecer seus rivais e compreender suas vantagens e desvantagens. O resultado de tal função ajuda a diferenciar e posicionar o site de comércio eletrônico no mercado. Uma empresa pode compreender melhor o tamanho do mercado e o potencial de crescimento com o uso de pesquisa de mercado.  

Etapa 2: escolha um fornecedor de tecnologia

O termo "fornecedor de tecnologia" refere-se a uma pessoa ou entidade que fornece ou se propõe a fornecer bens ou serviços de tecnologia da informação. Este termo exclui funcionários do escritório, agências estatais e instrumentos estatais.

A frase abrange uma empresa que é a controladora da parte contratual em um contrato de aquisição e cujas ações são negociadas publicamente. 

Os fornecedores de tecnologia geralmente possuem uma infinidade de conhecimento e experiência em seu setor, o que pode ser útil para empresas que desenvolvem sites de comércio eletrônico.

Eles podem oferecer conselhos sobre as melhores práticas e auxiliar na localização e resolução de possíveis problemas técnicos. Trabalhar com um fornecedor de tecnologia pode economizar dinheiro para as empresas, pois elimina a necessidade de criar e manter uma equipe interna e dá acesso a recursos e conhecimento especializado. 

Além disso, leia: Os 9 principais modelos de desenvolvimento de software para escolher: fases e aplicativos

Etapa 3: fase de descoberta  

A fase de descoberta é uma parte importante do processo de construção de um site de comércio eletrônico, pois ajuda a definir o escopo do projeto e garantir que o site atenda às necessidades e objetivos do negócio.  

Agora vamos discutir alguns dos benefícios de conduzir uma fase de descoberta quando construção de um site de comércio eletrônico incluindo: 

  1. Definindo o escopo do projeto: A fase de descoberta permite que uma empresa defina claramente o escopo do projeto, incluindo as metas e objetivos do site de comércio eletrônico e o público-alvo. Isso garante que o projeto permaneça focado e no caminho certo. 
  2. Identificação de requisitos: ajuda as empresas a identificar e documentar os requisitos específicos para o site de comércio eletrônico, incluindo recursos, funcionalidade e requisitos técnicos. Isso ajuda a garantir que o site atenda às necessidades da empresa e de seus clientes. 
  3. Identificando possíveis desafios: A fase de descoberta também permite que uma empresa identifique possíveis desafios e riscos que possam surgir durante o projeto e se planeje e se prepare para eles. 
  4. Estabelecimento de cronograma e orçamento: Estabelecer um cronograma é importante, assim como o orçamento planejado para o projeto. A descoberta ajuda a garantir que o site seja construído e lançado dentro do cronograma e do orçamento. 
  5. Melhorando a comunicação: Para melhorar a comunicação entre o negócio e a equipe de desenvolvimento, a fase de descoberta oferece uma oportunidade para ambas as partes discutirem e esclarecerem detalhes e expectativas do projeto. 

Etapa 4: Design 

Ao criar um site de comércio eletrônico, o design é crucial, pois tem impacto na experiência do usuário e na eficácia geral.

Os clientes podem ter uma experiência de compra melhor em um site de comércio eletrônico que seja projetado adequadamente porque é agradável à vista, simples de usar e intuitivo.

Pode ajudar a melhorar as conversões, tornando mais simples para os clientes identificar e comprar coisas e aumentando a credibilidade e a confiança da empresa. 

Como pode transmitir de forma eficaz os valores e a personalidade da empresa, o design de um site de e-commerce pode contribuir para melhorar o branding e a imagem da empresa.

Além disso, aumenta o desempenho geral de um site classificações do motor de busca já que o Google e outros mecanismos de busca dão preferência a usuários amigáveis ​​e sites otimizados para celular. Ajuda a criar uma experiência de compra satisfatória e memorável que motiva as pessoas a voltarem.  

Etapa 5: Desenvolvimento  

O processo de desenvolvimento de um site de comércio eletrônico é crucial, pois envolve a construção da estrutura tecnológica e das funcionalidades necessárias para o bom funcionamento do site.

Construir os recursos e funcionalidades essenciais necessários para que o site funcione e facilite a compra e venda de bens e serviços resulta em um site de comércio eletrônico totalmente operacional.

Ele também garante a segurança de um site de comércio eletrônico, implementando proteções como criptografia Secure Sockets Layer (SSL) e gateways de pagamento seguros para proteger as informações do usuário e impedir fraudes. 

Em essência, o desenvolvimento de um site de comércio eletrônico melhora a experiência geral do usuário. As empresas podem desenvolver recursos e funções que tornam mais fácil para os clientes encontrar e comprar produtos.

A escalabilidade de um site de comércio eletrônico é aumentada pela capacidade de uma empresa de construir e gerenciar um site que pode mudar e crescer à medida que o negócio se expande.  

Passo 6: Garantia de Qualidade  

An processo de lançamento do site de comércio eletrônico é crucial, pois implica colocar o site online e acessível aos usuários. Ele permite que a empresa se lance formalmente e comece a oferecer seus produtos ou serviços para venda. 

Além disso, permite que a empresa obtenha feedback do usuário e teste o site em um ambiente real. Isso pode ajudar a encontrar quaisquer problemas ou defeitos que precisem ser corrigidos e melhorar a experiência do usuário como um todo.

Ao permitir que a empresa gere receita e comece a comercializar seus produtos ou serviços para um público maior, o lançamento do site de comércio eletrônico pode ajudar a empresa a ganhar força. 

A garantia de qualidade também ajuda uma empresa a estabelecer sua posição no mercado e construir uma base de clientes. As empresas podem acompanhar e medir o sucesso e o desempenho de seus sites, incluindo métricas como tráfego, conversões e receita. Essas informações podem ser usadas para informar atividades futuras de desenvolvimento e marketing.  

Etapa 7: lançamento e marketing  

Todos os associados à sua empresa se beneficiarão com o lançamento de uma marca de comércio eletrônico de sucesso. Apresenta uma linha de produtos que atrai novos clientes e mantém os antigos voltando.

A jornada do cliente é ampliada e mais possibilidades de agregar valor são apresentadas. O marketing para empresas de comércio eletrônico supera prontamente o marketing tradicional, como pode ser demonstrado pelos resultados.

Uma empresa de comércio eletrônico pode promover o engajamento, aumentar as vendas, aumentar o reconhecimento e a confiança da marca, aumentar as conversões e gerar receita com a ajuda do marketing digital. 

Isso permite uma site de e-commerce para atrair clientes e trazer dinheiro para o negócio. Além disso, contribui para o reconhecimento da marca da empresa e presença no mercado.

Lançamento e marketing de um site de comércio eletrônico nos ajuda a coletar informações do usuário que podem ser usadas para melhorar o site e seus serviços.

Todo o processo de lançamento permite que a empresa monitore e avalie o desempenho do site, incluindo métricas como tráfego, conversões e receita. Iniciativas futuras de marketing e desenvolvimento podem se beneficiar dessas informações.  

Além disso, leia: Principais desafios e soluções de desenvolvimento da Web

Preço de construir um site de comércio eletrônico 2023 

É um desafio prever o custo de desenvolvimento de um site de comércio eletrônico em 2023 porque o preço pode variar muito dependendo de uma variedade de variáveis, incluindo o tamanho e a complexidade do site, os recursos e funcionalidades necessárias e os recursos e a equipe de desenvolvimento envolvida.

Você pode verificar uma estimativa detalhada do custo total de construção de um site de comércio eletrônico aqui- Quanto custa um site de comércio eletrônico em 2023?

Como a Cynoteck pode ajudá-lo? 

Cinoteque ajuda em soluções de desenvolvimento de sites de comércio eletrônico. Auxiliamos na entrega de soluções de e-business flexíveis, escaláveis ​​e poderosas que são eficientes e eficazes e podem aumentar as taxas de conversão.

Qualquer solução de e-commerce deve passar por uma série de etapas antes de ser lançada, desde o procedimento de fornecimento do produto até o processo de desenvolvimento.

Para lhe dar o mais adequado Solução de comércio eletrônico para o seu negócio, nós da Cinoteque estudar e compreender todas as suas necessidades. 

Oferecemos uma ampla gama de serviços de desenvolvimento de aplicativos da web para aumentar, desenvolver, gerenciar e manter melhor seu material da web a um custo razoável.  

Oferecemos um conjunto completo de serviços, incluindo sites personalizados, aplicativos da web, soluções on-line de comércio eletrônico, integrações de telefones celulares e muito mais para atender às necessidades de pequenas, médias e grandes empresas.

Nossa principal área de trabalho tem sido a construção de portais escaláveis ​​em conformidade com Padrões da Web 2.0 – sites que podem suportar milhões de acessos todos os dias enquanto sobrevivem à escalabilidade e às pressões de segurança. 

Você está procurando levar seu negócio de comércio eletrônico para o próximo nível?

Fique à frente do jogo do comércio eletrônico: serviços de desenvolvimento profissional para aumentar suas vendas on-line

Conclusão  

Auxiliamos na entrega de soluções de e-business flexíveis, escaláveis ​​e poderosas que são eficientes e eficazes e podem aumentar as taxas de conversão. Qualquer solução de e-commerce deve passar por uma série de etapas antes de ser lançada, desde o procedimento de fornecimento do produto até o processo de desenvolvimento. Para oferecer a solução de comércio eletrônico mais adequada para o seu negócio, nós da Cinoteque estudar e compreender todas as suas necessidades. 

O custo de construção de um site de comércio eletrônico pode variar significativamente com base em uma variedade de fatores, como personalização, integrações de terceiros, design e equipe de desenvolvimento e despesas de hospedagem e manutenção. É importante que as empresas considerem cuidadosamente esses fatores e trabalhem com uma equipe de desenvolvimento para determinar um orçamento e um plano que atendam às suas necessidades e metas.  

Além disso, leia: 5 coisas que os aplicativos de negócios mais bem-sucedidos têm em comum

Perguntas frequentes:  

P. Quanto custa construir um site de comércio eletrônico? 

O tamanho e a complexidade do site, os recursos e funcionalidades necessários, a equipe de desenvolvimento e os recursos envolvidos e outras considerações afetam o custo de projetar um site de comércio eletrônico. As organizações devem analisar cuidadosamente esses aspectos e trabalhar com as equipes de desenvolvimento para criar um orçamento e um plano que atendam às suas necessidades e objetivos.

P. Quanto tempo leva para construir um site de comércio eletrônico? 

O tempo necessário para criar um site de comércio eletrônico também pode variar dependendo de vários fatores, incluindo o tamanho e a complexidade do site, os recursos e funcionalidades necessários e a equipe de desenvolvimento e os recursos envolvidos. Normalmente, a construção de um site de comércio eletrônico pode levar semanas ou meses, dependendo do escopo do projeto. 

P. Qual é a melhor plataforma de comércio eletrônico para pequenas empresas? 

As pequenas empresas podem usar uma variedade de plataformas de comércio eletrônico, como Shopify, WooCommerce e Magento. A plataforma ideal para uma pequena empresa dependerá de seus requisitos e objetivos exclusivos, capacidades financeiras e nível de know-how tecnológico. 

P. Quais são os principais recursos de um site de comércio eletrônico? 

Os recursos mais importantes de um site de comércio eletrônico incluem carrinhos de compras, processamento de pagamentos, catálogos de produtos, funcionalidade de pesquisa e contas de clientes. Outros recursos importantes para um site de comércio eletrônico incluem cálculos de frete e impostos, otimização móvel e integração de mídia social.

[sc name="Software Development Services"] [add_newsletter] [add_related_page_diff_contents blog_cat = "varejo e comércio eletrônico"]

Construindo um site de comércio eletrônico é uma necessidade para a sobrevivência do negócio. Para persuadir, aprimorar e alcançar os clientes – uma plataforma de comércio eletrônico é extremamente útil. É a melhor maneira de aumentar as vendas com usuários existentes. Por meio de uma pesquisa aprofundada, montamos um guia passo a passo sobre a formação de construção de um site de comércio eletrônico.  

Visão geral

As vendas de comércio eletrônico devem continuar crescendo nos próximos anos. De acordo com o eMarketer, as vendas globais de comércio eletrônico devem atingir US$ 4.9 trilhões em 2022 e US$ 6.5 trilhões em 2024.

O comércio eletrônico tem um grande impacto nos varejistas físicos, pois mais pessoas optam por comprar online em vez de lojas físicas. Muitos varejistas responderam desenvolvendo suas próprias lojas online ou fazendo parcerias com plataformas de comércio eletrônico como Amazon ou Squarespace. 

Ao longo dos anos, o espaço da web distribuiu oportunidades de negócios não apenas para o mercado off-line existente, mas também para novos empreendimentos somente on-line. Empresas que funcionam exclusivamente através de plataformas únicas ou através plataformas de comércio eletrônico. Essas empresas contêm produtos que não estão disponíveis nas lojas e atraem usuários para visitar as lojas online.  

Além disso, leia: Preços do Salesforce eCommerce: saiba o que esperar

O futuro do comércio eletrônico

Em 2021, plataformas de mídia social como Facebook, Instagram e Pinterest representaram mais de um terço de todo o tráfego de comércio eletrônico em todo o mundo. 

No era digitalizada, a tecnologia continuará avançando para crescer no setor de comércio eletrônico. Através de várias maneiras, as empresas tentarão capturar a necessidade das massas.

Ao longo do período, as pessoas estão transformando seus estilos de vida de acordo com o conforto oferecido pelos serviços e soluções online.

Os consumidores, assim como os sites de comércio eletrônico, continuarão crescendo. Com a inflexibilidade da inteligência artificial e do aprendizado de máquina, a base de consumidores continuará aumentando. O motivo é uma melhor experiência do cliente'.  

Existem muitos fatores que pesarão sua escala do lado da plataforma de comércio eletrônico. Preço do produto ou serviço, experiência geral do cliente, conforto da disponibilidade online e muito mais. Com o tempo, com novas e melhores atualizações, todo o processo se tornará muito mais atraente para os usuários. 

De acordo com uma pesquisa da Epsilon, 85% dos consumidores estão mais propensos a comprar de uma empresa se ela oferecer experiências personalizadas. 

Haveria uma grande expansão do mercado de comércio eletrônico nos próximos anos. Durante a pandemia, as plataformas de mídia social receberam um tráfego tremendo e levaram empreendimentos de empreendedores a atrair novos clientes. Tanto o público nacional quanto o internacional podem ser facilmente direcionados por meio dessas plataformas.  

Você está procurando levar seu negócio de comércio eletrônico para o próximo nível?

Fique à frente do jogo do comércio eletrônico: serviços de desenvolvimento profissional para aumentar suas vendas on-line

Quão eficaz pode ser a construção de comércio eletrônico para os negócios?  

Uma empresa pode atingir um público maior desenvolvendo um site de comércio eletrônico porque os clientes podem fazer compras lá de qualquer local com conexão à internet. Ele oferece conveniência para os clientes da empresa também.

A empresa possui recursos de gerenciamento remoto de pedidos e processamento de pagamentos. Sites de comércio eletrônico podem aumentar as vendas, pois oferecem aos clientes outra maneira de fazer compras. Por não exigir tanto investimento quanto criar uma loja física, é considerada uma opção econômica para uma empresa atrair novos clientes. 

Uma pesquisa da Adobe descobriu que 52% dos consumidores disseram que estariam mais propensos a comprar de uma empresa que tem um forte compromisso com a sustentabilidade.  

Em comparação com as lojas convencionais, os sites de comércio eletrônico são significativamente mais baratos para manter e atualizar. Pela facilidade e rapidez com que as atualizações podem ser feitas sem alterar a vitrine física. 

Por permitir que uma empresa exiba seus produtos e serviços para um público maior, o mercado on-line ajuda a aumentar o conhecimento da marca.

A popularidade de plataformas de e-commerce aumentou muito. Dado que cada vez mais clientes estão fazendo suas compras online, um site de comércio eletrônico pode ajudar uma empresa a se manter competitiva no mercado atual.

Ao fornecer aos clientes acesso a informações e recursos, como descrições de produtos e análises de clientes, além de simplificar o rastreamento de pedidos e devoluções, as empresas podem aprimorar a experiência geral do cliente. 

Além disso, leia: Principais erros de desenvolvimento de aplicativos da web a serem evitados em 2022

Fatores importantes a serem considerados ao criar um site de comércio eletrônico 

Fatores a considerar ao construir um site de comércio eletrônico

mobile Commerce

M-commerce, ou mobile commerce, é o termo utilizado para descrever a compra e venda de produtos e serviços por meio de dispositivos móveis como smartphones e tablets. Uma vez que mais e mais pessoas estão comprando online usando seus dispositivos móveis, o m-commerce tem crescido em importância. 

Espera-se que o comércio móvel continue a desempenhar um papel significativo na indústria de comércio eletrônico. Em 2021, os dispositivos móveis representaram mais da metade de todo o tráfego de comércio eletrônico em todo o mundo. 

As pessoas estão cada vez mais gastando a maior parte do tempo em telefones celulares. Entrar em contato com seu dispositivo móvel é mais viável. Os consumidores estão preferindo comprar diretamente de telefones celulares e optar pelo comércio eletrônico em intervalos regulares.

Para atender a demanda ou necessidade de qualquer consumidor, uma das maneiras mais rápidas é entrar em contato com m-commerce. Durante o período, os aplicativos de compras móveis estão sendo amplamente consumidos pelo público. Esses sites não apenas ajudam os clientes a obter facilmente o que desejam, mas, do ponto de vista comercial, aumentam as vendas.  

A site de comércio eletrônico compatível com dispositivos móveis pode permitir que uma empresa aumente sua visibilidade no mecanismo de pesquisa porque o Google e outros mecanismos de pesquisa dão preferência a sites compatíveis com dispositivos móveis em suas classificações de pesquisa.

As empresas também podem obter informações vitais do cliente de um site de comércio eletrônico compatível com dispositivos móveis, como estatísticas e informações de cobrança, que podem ser utilizadas para direcionar campanhas de marketing e aprimorar a experiência geral do usuário. 

Além disso, leia: Magento PWA Studio - Desenvolvendo PWAs para sua loja de comércio eletrônico Magento

Selecionando uma plataforma de e-commerce  

a) Plataforma de código aberto 

Uma plataforma de comércio eletrônico de código aberto oferece aos clientes acesso ao seu código-fonte, permitindo que eles personalizem a plataforma de acordo com suas necessidades e controlem a aparência de sua loja online.

Por exemplo, Plataformas de comércio eletrônico de código aberto incluem Magento, WooCommerce e OpenCart. 

O fato de os sistemas de código aberto normalmente custarem menos para usar do que as plataformas proprietárias, já que as empresas não precisam pagar custos de licenciamento, é uma de suas principais vantagens. Além disso, essas plataformas frequentemente têm uma comunidade de usuários e desenvolvedores considerável e vibrante, que pode oferecer assistência e recursos úteis. 

É importante observar que é necessário conhecimento técnico em nível avançado para configurar uma plataforma de código aberto. Dessa forma, fica totalmente dependente das empresas para hospedar e gerenciar o software completo por conta própria.  

b) Plataformas SaaS 

Um método de distribuição de aplicativos pela Internet como um serviço é conhecido como software como serviço (ou SaaS). Você pode evitar a manutenção complicada de software e hardware apenas acessando o software pela Internet, em vez de instalá-lo e mantê-lo. 

Aplicativos SaaS também são chamados de software hospedado, software baseado na web e software sob demanda. Qualquer que seja o nome, os aplicativos SaaS são executados nos servidores de um provedor SaaS. Segurança, disponibilidade e desempenho de acesso ao aplicativo são todos gerenciados pelo fornecedor. 

As plataformas SaaS são frequentemente utilizadas no comércio eletrônico porque fornecem uma maneira prática e acessível para as empresas configurarem e administrarem suas lojas online.

Shopify, BigCommerce, e Volusion são algumas instâncias de plataformas de comércio eletrônico SaaS. Os sistemas SaaS não exigem que as organizações instalem ou mantenham nenhum software, tornando-os extremamente simples de configurar e operar.

Eles frequentemente fornecem uma variedade de recursos e ferramentas, incluindo ferramentas de marketing e análise, para ajudar as empresas a gerenciar e expandir suas vitrines online. 

Embora seja importante observar que uma plataforma SaaS é comparativamente mais cara do que plataformas auto-hospedadas ou de código aberto. Sua marca? O motivo é que uma taxa de assinatura é necessária para usar o software.  

c) Comércio sem cabeça  

Um tipo particular de plataforma de e-commerce chamado headless commerce separa a interface do usuário (UI) de front-end das operações de back-end, como controle de estoque e processamento de pedidos.

Em um sistema de comércio sem cabeça, a interface de usuário (UX) front-end pode ser criada com qualquer tecnologia, como um site ou aplicativo móvel, e a plataforma de comércio eletrônico gerencia as operações de back-end. 

Como o headless commerce exige a integração de vários sistemas e tecnologias, pode ser mais difícil de configurar e gerenciar do que as plataformas típicas de comércio eletrônico.

Além disso, o headless commerce não poderia fornecer tantos recursos e funcionalidades imediatamente quanto as plataformas convencionais de comércio eletrônico.  

As empresas podem criar uma experiência de compra perfeita para os clientes. Isso pode projetar o IU de front-end para corresponder à sua marca e atender às necessidades específicas de seus clientes.

O comércio sem cabeça também permite que as empresas integrem facilmente seus plataforma de e-commerce com outros sistemas, como automação de marketing ou Ferramentas de CRM.  

Segurança 

Qualquer site de comércio eletrônico deve manter a segurança para proteger a empresa e seus clientes de perigos online, como hackers e vazamentos de dados.

Um site de comércio eletrônico gerencia dados confidenciais do consumidor, incluindo pagamento e informações pessoais, que devem ser protegidos para evitar fraudes e roubo de identidade.

A falha de segurança ou o vazamento de dados pode afetar seriamente os resultados financeiros de uma empresa, prejudicando sua reputação e causando a perda da confiança do cliente. 

Segurança de comércio eletrônico é um importante conjunto de protocolos que permitem transações seguras de comércio eletrônico e protegem os dados de clientes e empresas contra perigos, como golpes de falsificação, hacking, fraude de cartão de crédito, erros de entrada de dados e serviços de Internet não seguros.  

Os sites de comércio eletrônico devem implementar uma variedade de medidas de segurança, como criptografia Secure Sockets Layer (SSL), firewalls e gateways de pagamento seguros, para preservar a segurança.

Além disso, as empresas devem atualizar seus protocolos de segurança com frequência para ficar a par das ameaças e vulnerabilidades mais recentes.  

Além disso, leia: O que os aplicativos baseados na Web podem fazer? – a abordagem do especialista

Características do site de comércio eletrônico 

Vamos discutir algumas características importantes de um site de comércio eletrônico:  

  1. Listas de produtos: um típico site de comércio eletrônico apresenta uma lista de produtos e serviços que oferece para venda, juntamente com descrições e fotos completas. 
  2. Carrinho de compras: você pode adicionar utilitários ao carrinho e prepará-lo para o pedido. Recursos como manter um histórico e disponibilidade de detalhes de compra são algumas vantagens.  
  3. Processamento de pagamentos: um gateway de pagamento seguro geralmente está presente em um site de comércio eletrônico para aceitar pedidos e gerenciar transações financeiras. 
  4. Gestão de contas de clientes: os clientes podem se registrar em seu site de comércio eletrônico para rastrear pedidos, salvar detalhes de pagamento e envio e acessar recursos adicionais, como listas de desejos e recomendações de produtos. 
  5. Design compatível com dispositivos móveis: com cada vez mais consumidores usando smartphones e tablets para fazer compras on-line, os sites de comércio eletrônico precisam ser compatíveis com dispositivos móveis. 
  6. Pesquisa e navegação: um site de comércio eletrônico deve incluir um recurso de pesquisa e uma navegação clara para ajudar os clientes a encontrar os produtos que procuram. 
  7. Comentários e avaliações de clientes: avaliações e classificações de clientes podem ajudar a criar confiança e credibilidade para um site de comércio eletrônico, pois fornecem informações valiosas sobre a qualidade e o desempenho dos produtos. 
  8. Recomendações de produtos: as recomendações de produtos podem ajudar a aumentar as vendas, sugerindo produtos relacionados ou complementares aos clientes com base em seu histórico de navegação e compra. 
  9. Ferramentas de marketing e promocionais: um site de comércio eletrônico pode incluir ferramentas promocionais e de marketing, como marketing por e-mail e códigos de desconto, para ajudar as empresas a alcançar e reter clientes. 
  10. MVP para um proprietário de site: um painel de administração, também conhecido como back-end ou painel de controle, é uma interface baseada na Web que permite que os administradores do site gerenciem e mantenham o site. Em um site de comércio eletrônico, o painel de administração normalmente é usado para gerenciar as seguintes tarefas: 
  11. Adicionar e atualizar produtos: o painel de administração permite que os administradores do site adicionem e atualizem produtos, incluindo descrições, imagens e preços. 
  12. Processando pedidos: é um local central para visualizar e gerenciar pedidos, incluindo rastreamento de pedidos, processamento de pagamentos e atualização de informações de envio. 
  13. Gerenciando contas de clientes: o painel de administração pode incluir recursos para gerenciar contas de clientes, como a capacidade de visualizar e atualizar detalhes do cliente, rastrear a atividade do cliente e gerenciar pedidos de clientes. 
  14. Gerenciando o conteúdo do site: isso inclui permitir que os administradores do site adicionem e atualizem o conteúdo do site, como páginas, postagens de blog e imagens. 
  15. Analisando o desempenho do site: ferramentas analíticas para ajudar os administradores do site a rastrear e analisar o tráfego e o desempenho do site, como exibições de página, taxas de conversão e receita. 

Além disso, leia: A lista de verificação definitiva para manutenção de sites para empresas

Guia passo a passo para criar um site de comércio eletrônico  

Construindo um site de comércio eletrônico

Passo 1: Pesquisa de Mercado  

O processo de adquirir e examinar informações sobre o tamanho, a demografia e as necessidades de um mercado-alvo é conhecido como pesquisa de mercado. Para empresas que criam um site de comércio eletrônico, a pesquisa de mercado é crucial, pois pode oferecer informações perspicazes que podem orientar o design do site e as iniciativas de marketing. 

Inclui detalhes como idade, sexo e região para ajudar as empresas a identificar seu mercado-alvo. As necessidades do público-alvo podem ser atendidas com mais eficácia pelo design do site e pelas iniciativas de marketing quando essas informações são levadas em consideração.

As demandas e preferências dos consumidores, como os tipos de bens ou serviços nos quais estão interessados, sua sensibilidade a preços e seus canais de compra preferidos, podem ser melhor compreendidas por meio de pesquisas de mercado.  

As empresas também podem usar essas informações para reconhecer seus rivais e compreender suas vantagens e desvantagens. O resultado de tal função ajuda a diferenciar e posicionar o site de comércio eletrônico no mercado. Uma empresa pode compreender melhor o tamanho do mercado e o potencial de crescimento com o uso de pesquisa de mercado.  

Etapa 2: escolha um fornecedor de tecnologia

O termo "fornecedor de tecnologia” refere-se a uma pessoa ou entidade que fornece ou se propõe a fornecer bens ou serviços de tecnologia da informação. Este termo exclui funcionários do escritório, agências estatais e órgãos estatais.

A frase abrange uma empresa que é a controladora da parte contratual em um contrato de aquisição e cujas ações são negociadas publicamente. 

Os fornecedores de tecnologia geralmente possuem uma infinidade de conhecimento e experiência em seu setor, o que pode ser útil para empresas que desenvolvem sites de comércio eletrônico.

Eles podem oferecer conselhos sobre as melhores práticas e auxiliar na localização e resolução de possíveis problemas técnicos. Trabalhar com um fornecedor de tecnologia pode economizar dinheiro para as empresas, pois elimina a necessidade de criar e manter uma equipe interna e dá acesso a recursos e conhecimento especializado. 

Além disso, leia: Os 9 principais modelos de desenvolvimento de software para escolher: fases e aplicativos

Etapa 3: fase de descoberta  

A fase de descoberta é uma parte importante do processo de construção de um site de comércio eletrônico, pois ajuda a definir o escopo do projeto e garantir que o site atenda às necessidades e objetivos do negócio.  

Agora vamos discutir alguns dos benefícios de conduzir uma fase de descoberta quando construção de um site de comércio eletrônico incluindo: 

  1. Definindo o escopo do projeto: A fase de descoberta permite que uma empresa defina claramente o escopo do projeto, incluindo as metas e objetivos do site de comércio eletrônico e o público-alvo. Isso garante que o projeto permaneça focado e no caminho certo. 
  2. Identificação de requisitos: ajuda as empresas a identificar e documentar os requisitos específicos para o site de comércio eletrônico, incluindo recursos, funcionalidade e requisitos técnicos. Isso ajuda a garantir que o site atenda às necessidades da empresa e de seus clientes. 
  3. Identificando possíveis desafios: A fase de descoberta também permite que uma empresa identifique possíveis desafios e riscos que possam surgir durante o projeto e se planeje e se prepare para eles. 
  4. Estabelecimento de cronograma e orçamento: Estabelecer um cronograma é importante, assim como o orçamento planejado para o projeto. A descoberta ajuda a garantir que o site seja construído e lançado dentro do cronograma e do orçamento. 
  5. Melhorando a comunicação: Para melhorar a comunicação entre o negócio e a equipe de desenvolvimento, a fase de descoberta oferece uma oportunidade para ambas as partes discutirem e esclarecerem detalhes e expectativas do projeto. 

Etapa 4: Design 

Ao criar um site de comércio eletrônico, o design é crucial, pois tem impacto na experiência do usuário e na eficácia geral.

Os clientes podem ter uma experiência de compra melhor em um site de comércio eletrônico que seja projetado adequadamente porque é agradável à vista, simples de usar e intuitivo.

Pode ajudar a melhorar as conversões, tornando mais simples para os clientes identificar e comprar coisas e aumentando a credibilidade e a confiança da empresa. 

Como pode transmitir de forma eficaz os valores e a personalidade da empresa, o design de um site de e-commerce pode contribuir para melhorar o branding e a imagem da empresa.

Além disso, aumenta o desempenho geral de um site classificações do motor de busca já que o Google e outros mecanismos de busca dão preferência a usuários amigáveis ​​e sites otimizados para celular. Ajuda a criar uma experiência de compra satisfatória e memorável que motiva as pessoas a voltarem.  

Etapa 5: Desenvolvimento  

O processo de desenvolvimento de um site de comércio eletrônico é crucial, pois envolve a construção da estrutura tecnológica e das funcionalidades necessárias para o bom funcionamento do site.

Construir os recursos e funcionalidades essenciais necessários para que o site funcione e facilite a compra e venda de bens e serviços resulta em um site de comércio eletrônico totalmente operacional.

Ele também garante a segurança de um site de comércio eletrônico, implementando proteções como criptografia Secure Sockets Layer (SSL) e gateways de pagamento seguros para proteger as informações do usuário e impedir fraudes. 

Em essência, o desenvolvimento de um site de comércio eletrônico melhora a experiência geral do usuário. As empresas podem desenvolver recursos e funções que tornam mais fácil para os clientes encontrar e comprar produtos.

A escalabilidade de um site de comércio eletrônico é aumentada pela capacidade de uma empresa de construir e gerenciar um site que pode mudar e crescer à medida que o negócio se expande.  

Passo 6: Garantia de Qualidade  

An processo de lançamento do site de comércio eletrônico é crucial, pois implica colocar o site online e acessível aos usuários. Ele permite que a empresa se lance formalmente e comece a oferecer seus produtos ou serviços para venda. 

Além disso, permite que a empresa obtenha feedback do usuário e teste o site em um ambiente real. Isso pode ajudar a encontrar quaisquer problemas ou defeitos que precisem ser corrigidos e melhorar a experiência do usuário como um todo.

Ao permitir que a empresa gere receita e comece a comercializar seus produtos ou serviços para um público maior, o lançamento do site de comércio eletrônico pode ajudar a empresa a ganhar força. 

A garantia de qualidade também ajuda uma empresa a estabelecer sua posição no mercado e construir uma base de clientes. As empresas podem acompanhar e medir o sucesso e o desempenho de seus sites, incluindo métricas como tráfego, conversões e receita. Essas informações podem ser usadas para informar atividades futuras de desenvolvimento e marketing.  

Etapa 7: lançamento e marketing  

Todos os associados à sua empresa se beneficiarão com o lançamento de uma marca de comércio eletrônico de sucesso. Apresenta uma linha de produtos que atrai novos clientes e mantém os antigos voltando.

A jornada do cliente é ampliada e mais possibilidades de agregar valor são apresentadas. O marketing para empresas de comércio eletrônico supera prontamente o marketing tradicional, como pode ser demonstrado pelos resultados.

Uma empresa de comércio eletrônico pode promover o engajamento, aumentar as vendas, aumentar o reconhecimento e a confiança da marca, aumentar as conversões e gerar receita com a ajuda do marketing digital. 

Isso permite uma site de e-commerce para atrair clientes e trazer dinheiro para o negócio. Além disso, contribui para o reconhecimento da marca da empresa e presença no mercado.

Lançamento e marketing de um site de comércio eletrônico nos ajuda a coletar informações do usuário que podem ser usadas para melhorar o site e seus serviços.

Todo o processo de lançamento permite que a empresa monitore e avalie o desempenho do site, incluindo métricas como tráfego, conversões e receita. Iniciativas futuras de marketing e desenvolvimento podem se beneficiar dessas informações.  

Além disso, leia: Principais desafios e soluções de desenvolvimento da Web

Preço de construir um site de comércio eletrônico 2023 

É um desafio prever o custo de desenvolvimento de um site de comércio eletrônico em 2023 porque o preço pode variar muito dependendo de uma variedade de variáveis, incluindo o tamanho e a complexidade do site, os recursos e funcionalidades necessárias e os recursos e a equipe de desenvolvimento envolvida.

Você pode verificar uma estimativa detalhada do custo total de construção de um site de comércio eletrônico aqui- Quanto custa um site de comércio eletrônico em 2023?

Como a Cynoteck pode ajudá-lo? 

Cinoteque ajuda em soluções de desenvolvimento de sites de comércio eletrônico. Auxiliamos na entrega de soluções de e-business flexíveis, escaláveis ​​e poderosas que são eficientes e eficazes e podem aumentar as taxas de conversão.

Qualquer solução de e-commerce deve passar por uma série de etapas antes de ser lançada, desde o procedimento de fornecimento do produto até o processo de desenvolvimento.

Para lhe dar o mais adequado Solução de comércio eletrônico para o seu negócio, nós da Cinoteque estudar e compreender todas as suas necessidades. 

Oferecemos uma ampla gama de serviços de desenvolvimento de aplicativos da web para aumentar, desenvolver, gerenciar e manter melhor seu material da web a um custo razoável.  

Oferecemos um conjunto completo de serviços, incluindo sites personalizados, aplicativos da web, soluções on-line de comércio eletrônico, integrações de telefones celulares e muito mais para atender às necessidades de pequenas, médias e grandes empresas.

Nossa principal área de trabalho tem sido a construção de portais escaláveis ​​em conformidade com Padrões da Web 2.0 – sites que podem suportar milhões de acessos todos os dias enquanto sobrevivem à escalabilidade e às pressões de segurança. 

Você está procurando levar seu negócio de comércio eletrônico para o próximo nível?

Fique à frente do jogo do comércio eletrônico: serviços de desenvolvimento profissional para aumentar suas vendas on-line

Conclusão  

Auxiliamos na entrega de soluções de e-business flexíveis, escaláveis ​​e poderosas que são eficientes e eficazes e podem aumentar as taxas de conversão. Qualquer solução de e-commerce deve passar por uma série de etapas antes de ser lançada, desde o procedimento de fornecimento do produto até o processo de desenvolvimento. Para oferecer a solução de comércio eletrônico mais adequada para o seu negócio, nós da Cinoteque estudar e compreender todas as suas necessidades. 

O custo de construção de um site de comércio eletrônico pode variar significativamente com base em uma variedade de fatores, como personalização, integrações de terceiros, design e equipe de desenvolvimento e despesas de hospedagem e manutenção. É importante que as empresas considerem cuidadosamente esses fatores e trabalhem com uma equipe de desenvolvimento para determinar um orçamento e um plano que atendam às suas necessidades e metas.  

Além disso, leia: 5 coisas que os aplicativos de negócios mais bem-sucedidos têm em comum

Perguntas frequentes:  

P. Quanto custa construir um site de comércio eletrônico? 

O tamanho e a complexidade do site, os recursos e funcionalidades necessários, a equipe de desenvolvimento e os recursos envolvidos e outras considerações afetam o custo de projetar um site de comércio eletrônico. As organizações devem analisar cuidadosamente esses aspectos e trabalhar com as equipes de desenvolvimento para criar um orçamento e um plano que atendam às suas necessidades e objetivos.

P. Quanto tempo leva para construir um site de comércio eletrônico? 

O tempo necessário para criar um site de comércio eletrônico também pode variar dependendo de vários fatores, incluindo o tamanho e a complexidade do site, os recursos e funcionalidades necessários e a equipe de desenvolvimento e os recursos envolvidos. Normalmente, a construção de um site de comércio eletrônico pode levar semanas ou meses, dependendo do escopo do projeto. 

P. Qual é a melhor plataforma de comércio eletrônico para pequenas empresas? 

As pequenas empresas podem usar uma variedade de plataformas de comércio eletrônico, como Shopify, WooCommerce e Magento. A plataforma ideal para uma pequena empresa dependerá de seus requisitos e objetivos exclusivos, capacidades financeiras e nível de know-how tecnológico. 

P. Quais são os principais recursos de um site de comércio eletrônico? 

Os recursos mais importantes de um site de comércio eletrônico incluem carrinhos de compras, processamento de pagamentos, catálogos de produtos, funcionalidade de pesquisa e contas de clientes. Outros recursos importantes para um site de comércio eletrônico incluem cálculos de frete e impostos, otimização móvel e integração de mídia social.

Serviços de Desenvolvimento de Software

Você está procurando uma empresa de desenvolvimento de software confiável? Nossos desenvolvedores de software altamente qualificados permitem-nos fornecer serviços de desenvolvimento de software orientados para resultados. Entre em contato com nossa equipe para entender como podemos ajudá-lo a atingir seus objetivos de negócios.



convidado
0 Comentários
Comentários em linha
Ver todos os comentários
0
Adoraria seus pensamentos, por favor, comente.x